quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Falemos de "O Caçador de Pipas" e "O Mundo de Sofia"

Esses foram os dois livros que eu li durantes as férias. Bem, na verdade, "O Mundo de Sofia" eu só terminei de ler já em Agosto, por motivos irrelevantes para este post. Apesar de saber que são dois livros "antigos", acho que nenhuma opinião é demais. Vamos lá?!


  • O Caçador de Pipas (Khaled Hosseini)
Sinopse

5/5

Este livro é completo. É um prazer ler uma história como essa e ser envolvida por esse enredo, porque você encontra tudo: personagem complexo que te surpreende e é "vivo"; personagens que não são exatamente "complexas", mas te tocam e crescem em seu coração; a narrativa é incrivelmente envolvente, houve momentos em que eu quase pedia que aquela parte acabasse logo porque a dor era quase física; o espaço é muito bem construído, você realmente é levado ao Afeganistão, Paquistão e Nova York; o modo como tudo tinha sua função, nada era apenas enfeite. Enfim, uma história muito humana.
Vi algumas críticas sobre ser um livro com uma visão ocidental do oriente e, logo, isso diminuiria seu valor. Eu ouso discordar. O foco ali é a história do Amir e do Hassan, além de que o autor é afegão. Parece-me que tudo feito no Ocidente tendo temática oriental as pessoas gostam de criticar. Talvez no futuro, com mais conhecimento, eu mude de ideia, mas por enquanto é isso o que eu penso.



  • O Mundo de Sofia (Jostein Gaarder)
Sinopse 

4/5


No começo ele é legal se você considerar a parte "história da filosofia", porque basicamente é só isso que você vai ver. A literatura em si não é muito presente. As informações eram interessantes, mas às vezes eu me sentia lendo um livro didático. Um pouco antes da metade a história em si fica mais interessante, é muito legal como o autor faz uma certa equivalência entre o que a Sofia está aprendendo e o que está acontecendo na sua vida. Como um todo, eu gostei bastante do livro. Fez eu ter aquele pensamento clichê de que se na escola a matéria de Filosofia fosse tratada daquele jeito seria bem mais legal, e mais pessoas aproveitariam dessa grande ciência. 

PS: Vi algumas resenhas bem negativas sobre ele, pessoas que questionavam o ponto de vista filosófico/histórico usado pelo autor. Acredito que eu não esteja na condição de avaliar isso, pois sou uma mera leiga. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte sempre :)